7 dicas de turismo no Vale do Paraíba

O Vale do Paraíba é uma região extremamente bem localizada e considerada um pólo urbano e industrial. Abriga ainda reservas naturais importantes e locais de turismo atrativo.

São 39 cidades, dentre elas: São José dos Campos, Jacareí, Taubaté, Pindamonhangaba, Cunha, Ubatuba, Caraguá, São Sebastião, Aparecida, Campos do Jordão e Cruzeiro.

Para quem ainda está de férias ou se programa para conhecer lugares bacanas, listamos abaixo 7 dicas de turismo na região:

Pedra da Macela (Cunha) alt A Pedra da Macela possui uma altitude de 1840m e o acesso a trilha se dá pelo município de Cunha/SP. A subida até o cume tem cerca de 2km e leva entre 40 minutos e 1 hora para ser realizada pois o caminho, apesar de asfaltado, é bem íngreme.

Recomenda-se fazer a trilha bem cedinho e em épocas de calor e pouca chuva para encontrar o céu limpo.

Do alto da Pedra é possível avistar a cidade de Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande, bem como os cumes da Serra da Mantiqueira.

O cenário é deslumbrante!

Pedra do Baú (São Bento do Sapucaí) alt A Pedra do Baú está localizada na cidade de São Bento do Sapucaí, possui cerca de 1964m de altitude e 340m de altura.

Após uma caminhada de cerca de 1h, a subida até o ponto mais alto da Pedra é realizada por uma escadaria de ferro. Deve-se sempre ter o acompanhamento de monitores e equipamentos de segurança.

Todo o trajeto leva cerca de 5h mas a paisagem lá de cima compensa todo o esforço. São muitos degraus de subida (e descida), por isso, deve ser feito por quem curte aventura e adrenalina.

Dentro do Complexo do Baú existem outras opções de trilhas e atividades.

Parque Amantikir (Campos do Jordão) alt Localizado em Campos do Jordão, o Parque Amantikir recebe muitos visitantes ao longo do ano pois reúne uma natureza exuberante formada por 26 jardins. São mais de 700 espécies de plantas ao longo dos 60.000m².

Todo o projeto Amantikir está apoiado nos pilares de Diversidade, Sustentabilidade e Educação.

O Parque está aberto todos os dias para visitação das 8h30 às 17h00.

Valor do ingresso: R$40(inteira).

Poço Azul (Lavrinhas) alt O Poço Azul é conhecido por suas águas cristalinas e beleza indescritível. Para chegar, é necessário caminhada, travessia por rio e descida íngreme pelas pedras.

Com dificuldade média/alta, durante a trilha, encontra-se paisagens encantadoras.

Não é recomendado ir em épocas de chuvas, pois o rio pode subir e dificultar a passagem. Além disso, a descida até o Poço tem complexidade alta, sendo assim, não é ideal para crianças, idosos e pessoas com dificuldade e/ou limitação de locomoção.

Muitas pessoas aproveitam também para conhecer a Cachoeira da Pedreira, com beleza fascinante e acesso mais fácil.

Trilha das 7 praias (Ubatuba) alt A Trilha das 7 praias é bastante tranquila e por isso pode ser realizada por iniciantes e crianças. Seu acesso é feito pela Praia da Lagoinha.

São cerca de 10km de caminhada e o turista passará pelas seguintes praias: Oeste, Peres, Bonete, Grande do Bonete, Deserto, Prainha e Cedro do Sul.

Recomenda-se ir com tempo para fazer paradas de 30min a 1h em cada praia.

Travessia Bonete-Castelhanos (Ilhabela) alt Essa travessia é recomendada para quem já possui alguma experiência com trekking, isso porque são cerca de 18km intensos. Tanto que a maioria das pessoas preferem separar o trajeto em dois dias.

A trilha tem início na Ponta da Sepituba, no extremo sul de Ilhabela e o visitante passará por 6 praias e 5 cachoeiras, além das comunidades caiçaras.

Quem já foi, diz que a experiência é inesquecível e os cenários deslumbrantes.

Cachoeira do Bracuí (Bananal) alt A Cachoeira do Bracuí oferece uma vista espetacular da Serra da Bocaina e das Ilhas de Angra dos Reis. São cinco quedas d'água, quem somam cerca de 1000m.

A trilha é de fácil acesso e possui cerca de 3km, sendo considerada de grau fácil.

--

Tem mais alguma dica? Envie para nós!

Curta nossa página no Facebook.