Bobe: É show!

Enquanto escrevo o post de hoje, estou com uma toalhinha branca nos ombros, as pontas dos cabelos pingando e aquele barulho gostoso de secador ao pé do ouvido.

Duas ou três vezes por semana, isso é sagrado pra mim! Meu cabelo é crespo (bem crespo) e só a Michele, minha cabeleireira há dez anos, consegue domá-lo! Quando a coisa aperta, prendo a cabeleira e pronto. Ao natural, não me vejo há anos, namorados nem sabem como é o meu cabelo, nem meus filhos sabem!

Logo, natural é escovar o cabelo com a Michele! Mas o que eu mais gosto é quando no final ela coloca bobes no meu cabelo, ou faz rolinhos com grampo!

Depois disso saio pelas ruas ostentando os meus rolinhos sem o menor pudor, fazendo a linha modelo no backstage. Adoro a cara das mulheres quando olham pra mim e imaginam: Onde será que ela vai hoje à noite? Com quem será que ela vai sair? Onde será a festa?

Normalmente, no meu caso, os bobes e rolinhos, servem apenas para dar um ar mais natural à escova, uma finalização. Mas, quem precisa saber disso? Até eu, acredito no glamour do rolinho e o que importa é exatamente isso! Quem acredita, alcança e quem sabe hoje à noite, eu não tenha um compromisso sensacional? Sei lá, tudo pode acontecer depois que uma mulher coloca ?bobes? na cabeça!