Entrevista com Cido Saraiva

Olá pessoal!

Hoje o nosso entrevistado é com Aparecido Saraiva. Empresário, vereador de Araçatuba e foi candidato a deputado estadual, no qual obteve 32.514 votos.cido

Serelepe: Qual o balanço que você faz desta expressiva votação?

Cido Saraiva: Bom, primeiramente quero agradecer à população de Araçatuba por ter me dado esta oportunidade através desta votação. Eu acho que tudo isso pode ser definido de uma forma: trabalho. Eu acho que o trabalho que a gente vem fazendo – não só eu, como a nossa própria assessoria – fez com que tudo isso pudesse acontecer.

*Serelepe *: Há comentários nas ruas, e nos bastidores políticos, que você, seria candidato à prefeito?

Cido: Está muito cedo para se falar nisso. Ainda tem 2 anos pela frente, de repente podem surgir novas pessoas, destaques.  Então eu não posso falar isso hoje. É muito cedo.

Serelepe:  Carlos Hernandes, quando foi candidato a deputado, teve o seu apoio. Porém nestas eleições o Hernandes optou por apoiar outros candidatos e não apoiar o Cido Saraiva. Você ficou magoado com o Hernandes?

Cido:  Não só quanto a ele quanto ao Antônio Carlos (Secretário de Turismo). Nós é que trouxemos o Antônio Carlos para o PMDB. A gente respeita a opinião da pessoa, a gente tem que respeitar. Eu apoiei o Hernandes tanto para deputado estadual, quanto preguei para que ele ficasse como Vice Prefeito novamente, para que pudesse dar andamento ao que já vinha sendo feito pela administração. Eu me peguei a este objetivo para poder apoiá-lo. O Prefeito Cido Sério concordou naquele momento. E agora a gente esperava ter também este apoio de todo o PMDB, para somar junto. A aliança se cria. E uma aliança quando se cria, faz um vínculo muito importante. Mas eu respeitei a opinião deles, se acharam melhor apoiar outro candidato, eu não tenho o que questionar.

Serelepe: Você ficou magoado?

Cido: Não, magoado eu não fiquei, eu acho que a vida continua. A gente não pode ter mágoa de ninguém. Se ele optou pelo que acreditava ser melhor, a gente tem que respeitar essa opinião.

Serelepe: Há dois anos atrás, você era o presidente da câmara e segundo informações houve um combinado de que você abriria espaço para o Dr. Jaime ser o Presidente, conforme ocorreu e voltaria nos dois anos finais. Porém em entrevista ao Elefante Verde, o Dr. Jaime declarou que não foi nada combinado e que é candidato à reeleição. Foi combinado ou não?

Cido: Realmente existiu este acordo entre nós. Naquele momento eu ia disputar a eleição e ele (Dr. Jaime) me pediu, dizendo que já havia concorrido outras vezes e não havia conseguido ter a oportunidade (de presidir a Câmara). Eu não tenho esse negócio de ego. A gente está ali para cumprir uma missão, um dever, como se fosse administrador em nome da nossa população. Então eu falei para o Dr. Jaime que, se ele tinha essa vontade, eu abria mão para que ele pudesse ser presidente também. Assim como deram a oportunidade para que eu fosse, acho que outros também devem ser presidentes da Câmara. E foi isso que eu fiz, naquele momento eu abri mão e deixei para que ele pudesse disputar. Ele disputou e ficou nessa agora de que ele poderia me apoiar eventualmente em próximas eleições para a presidência da Câmara. Mas também se ele disser que não aceita apoiar e preferia disputar, a gente tem que respeitar.

Serelepe: Você é candidato à presidência do legislativo?

Cido: Eu sou candidato enquanto o pessoal achar que eu possa vir a fazer frente. Até que eles digam que eu deva sair para que haja outra disputa. Mas se a gente ver que há este espaço para disputar, eu vou disputar, assim como outras pessoas lá dentro também vão disputar. É normal no legislativo que alguém queira disputar.

Serelepe: A candidata do PT (Cidinha) não foi tão bem votada, principalmente em Araçatuba. A administração da cidade, atualmente, pertence ao PT e você vem surgindo como um nome forte de candidato a sucessor e tudo o mais. Qual a sua relação com o prefeito Cido Sério em relação a isso? Inclusive com relação à sua candidatura para a presidência da Câmara.

Cido: Eu faço a seguinte avaliação: a candidatura, quanto a situação do Executivo (à Prefeito da cidade) é onde eu digo que é cedo para dizer qualquer coisa. Porque sempre pode surgir alguém que pode fazer alguma coisa importante, ser destaque e lá na frente merecer concorrer ao cargo. E no momento não sou candidato, sou vereador, e a gente sabe que neste período nós temos que somar juntos e compor. Não adianta você querer fazer algo, conquistar um espaço, se você estiver sozinho. O trabalho de união é o que faz com que cada soldado consiga ganhar uma guerra. Agora, no contexto dessa situação do Prefeito ao Legislativo, é um critério dele. Ele tem que avaliar o que é melhor. Se ele achar que pode ser outro candidato, até mesmo sem que seja eu e o Jaime, nós temos que respeitar.

Serelepe: Uma pergunta polêmica sobre este assunto: Você aceitaria formar uma dobradinha com o Dilador para disputar a prefeitura de Araçatuba?

Cido:É cedo para se falar. Tudo é questão das avaliações que a gente vai fazendo. Nós nunca tivemos oportunidade de sentar para conversar sobre isso, então todos temos que fazer estas avaliações. Eu tento focar no fato de que Araçatuba não pode ficar parada. Aqui estão meus filhos e netos, eu quero que esta cidade, nossa cidade, se desenvolva melhor e mais rápido. Eu quero o melhor para esta cidade para criar a minha família, assim como você, assim como todos os Araçatubenses querem melhorias e desenvolvimentos para as sementes das famílias futuras que estamos criando em nossas casas.

Serelepe:  O que é que te motiva a  realizar um trabalho social tão intenso?

Cido: Marco, nós estamos apenas de passagem pela vida. E você vê várias situações, de várias famílias, que precisam desse tipo de ajuda. Há um jovem aqui, de 8 anos de idade sofrendo com o câncer, em uma situação muito delicada. Nestas horas a gente faz uma avaliação da vida e se questiona sobre o que estamos fazendo neste mundo. Nada! Nós não somos nada aqui. E nada pertence a nós, e sim ao Pai Celestial. Então eu vejo desta forma; todos nós podemos fazer um pouco e é importante que cada um faça algo para melhorar o mundo. Mas eu sempre fui desta forma, não é de hoje, é desde antes da política. Já fiz muitas cestas e doei muitos cobertores para famílias necessitadas, desde a época em que eu morava em São Paulo, eu já tinha este hábito. Vejo como uma missão que Deus me deu. Aliás, não é uma missão só minha, é minha e de mais de 26 mil votos que eu tive aqui em Araçatuba. Todos fizeram parte desta missão comigo. Somando os votos de fora de Araçatuba também, são mais de 32 mil votos, ou seja, mais de 32 mil pessoas que fazem parte disto comigo, e são provavelmente famílias de fora que já utilizaram as casas e os serviços que eu ofereço aos pacientes e conhecem o meu trabalho social. É uma gratificação muito grande poder contribuir um pouco.

Serelepe: Além da assistência social que você pratica, você também é um grande empresário. Você está no setor imobiliário, nós temos aí o Kabana Casa de Shows, temos a Comida da Vó, empresa de reciclagem… a gente vê chegando também o novo Shopping. E há planos para mais algum novo empreendimento na cidade?

Cido: Estou no Shopping Praça Nova com o Comida da Vó, estou no shopping em Penápolis também com o restaurante. Ele está se tornando franquia já.

Serelepe: Gostaria de agradecer sua recepção ao Elefante Verde e abrir um espaço para você deixar um recado para a população de Araçatuba.

Cido: Eu agradeço por vocês me cederem este espaço. Agradeço à população de Araçatuba que sempre vem acompanhando nosso trabalho, mostrando isso na votação, inclusive. Pois foi através de trabalho que nós conquistamos este espaço na cidade. E eu gostaria de dizer que, independente de mim, o trabalho do legislativo de Araçatuba vai continuar sendo feito da mesma forma, contribuindo com a nossa população. Independente de política, seja como vereador ou o que for, o meu trabalho também será continuado em prol da população de Araçatuba. Isso é o mais importante, poder de alguma forma contribuir com o nosso município. Afinal, o município perde muito com o fato de não ter eleito um deputado daqui. E a gente torce para o Dilador consiga este espaço, para que tenhamos um representante do município lá em cima. E isso é importante para que a cidade se desenvolva mais rápido.