Cinco lugares para falar sobre a consciência negra

Rio-de-Janeiro<em>Jongo-da-Serrinha</em>elefante_verde

Impossível falar de cultura negra no Rio de Janeiro sem citar subúrbio, principalmente Madureira e os bairros dessa região. Aliás, as palavras subúrbio e suburbanos, por elas mesmas, já valem uma explicação. Você sabe a origem delas?

Pois é, suburbano vem da palavra sub-urbanos, denominação dada aos bairros longe do Centro que surgiram por conta da expansão da rede ferroviária carioca. A ideia era tirar de vista os operários de baixa renda que ali viviam.

Foram os ex-escravos, os negros e os imigrantes nordestinos tirados do Centro do Rio que iniciaram a história cultural de Madureira. E as referências culturais como música, arte, festas e cultos religiosos vindas com eles ajudaram a moldar a identidade do bairro e adjacências!

O Jongo da Serrinha, que se iniciou com o bairro, renova-se ao longo dos anos, assim como a Feira das Yabás, na Praça Paulo da Portela, em Oswaldo Cruz (que neste mês de abril será dia 26).

As escolas de Samba Império Serrano e Portela, criadas na terrinha, têm fama internacional desde 1940. Na década de 70, o baile charme virou febre e está no Viaduto de Madureira até hoje. Recentemente, os angolanos aportaram por aqui com seus penteados afro.

congado<em>historico</em>elefante_verde

Para celebrar a cultura negra em suas várias manifestações, indicamos alguns locais interessantes para conhecer. Clicando, você chega aos endereços com mapa para facilitar a localização:

Jongo da Serrinha

Cria de Madureira, o Jongo da Serrinha acabou chamando a atenção de intelectuais e se perpetuou até os dias de hoje, garantido aulas gratuitas para quem quiser aprender a dançar.

Rua Balaiada ? Madureira
Rio de Janeiro ? RJ
CEP 21360-360

D?Negro

Uma mistura de centro de conscientização e loja (com coleções inspiradas no estilo afro-brasileiro), a D?Negro é um excelente espaço para se informar sobre cultura negra.  Júnior e Robinho são referências na área e sempre estão por lá para trocar uma ideia!

Beleza Natural ? Madureira

O Beleza Natural atende não só mulheres negras, mas também para aquelas que tem cabelos crespos ou ondulados. O salão oferece ainda produtos como de cremes, shampoos, bases para tratamento pela marca Cor Brasil.

Soul Bamba

Roupas e acessórios de primeira, de coleções com imagens e estampas da cultura negra. Camisas, camisetas e vestidos para homens e mulheres que valorizam a beleza africana.

Estrada do Portela 157 loja 67 ? Madureira

Zinga Studio

Falou em penteados afro, muita gente pensa em parar lá pra mudar o visual. Tranças, penteados, apliques? Cabelo 100% negro e estilizado é que não falta. Para dar um pulo lá e mudar o visual é um pulo!

Estrada do Portela 44 sala 205 CEP 21351050

Telefone: 24504709 33509472

fotos: Respectivamente, dos sites mapadecultura.rj.gov.rj (foto de evento em Madureira, 2014) e jongodaserrinha.org (foto de um congado em MG, em 1876).