Cinema: "O Pecado de todos nós"

Capturar

Lançamento: 1967
Duração: 108 minutos
Diretor: John Huston
Elenco Principal: Elizabeth Taylor, Marlon Brando, Brian Keith, Julie Harris, Al Mulock, Douglas Stark, Gordon Mitchell, Harvey Keitel.
Gênero: Drama/Suspense
País de Origem: Estados Unidos

SinopseMarlon Brando interpreta um major do exército que após a segunda guerra se vê sem norte e sem perspectiva de ascensão. Encontra a solução casando-se com a filha de seu superior.

ComentárioÉ nesse momento que começam os problemas? Obviamente, Brando no papel do militar gay enrustido está demais. Liz Taylor então, deslumbrante. Um personagem feminino muito forte que domina as cenas sempre.

19895823.jpg-r<em>640</em>600-b<em>1</em>D6D6D6-f<em>jpg-q</em>x-xxyxx

A tônica do filme é a hipocrisia! É interessante, que Huston (o diretor) desde o início demonstra abertamente as fraquezas de cada personagem. Não esconde ou escamoteia situações como seria de se esperar para um filme desta época. A fotografia do filme, em tom amarelo (ou sépia) é maravilhosa.

19895822.jpg-r<em>640</em>600-b<em>1</em>D6D6D6-f<em>jpg-q</em>x-xxyxx

O título original do filme (Reflections in a golden eye) faz referência ao voyerismo do recruta (alguém que nutre a libido de Liz Taylor tanto quanto de Brando)  que espia as situações (noturnas ou diurnas) pelo lado de fora das janelas alheias. Os embates dos personagens centrais (Liz e Brando) são de extremo sarcasmo, há um certo prazer nisso: causar desconforto a um e outro. Em minha opinião, um clássico que deveria ser visto por todos os apreciadores da sétima arte.

*Lucia Frade Moro *