Dicas para escrever uma opinião arrebatadora

Dicas para escrever uma opinião arrebatadora

Todo mundo comenta sobre qualquer assunto, alguns com mais propriedade (conhecimento sobre o tema) e outros nem tanto. Mas uma coisa é certa, gostamos de dar o nosso pitaco.

pi·ta·co
(origem duvidosa, talvez de Pítaco, .antropônimo [estadista grego]). Substantivo masculino.

[Brasil, Informal] Comentário ou opinião, geralmente sem fundamento ou sem pertinência (ex.: não gosto de dar pitaco sobre o que não sei). [Equivalente no português de Portugal: bitaite.] = PALPITE
Fonte: “pitaco”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, [https://www.priberam.pt/dlpo/pitaco]( "Dicionário Priberam da Língua Portuguesa") [consultado em 06-05-2014].

Mas agora os nossos pitacos valem ouro e até nos animam a fazê-lo, premiando-nos com pontuações, selos, medalhas, brindes, convites e até viagens e hospedagens. A promoção do Elefante Verde, por exemplo, que recentemente ofereceu uma viagem à Cancun em um concurso recreativo em nível nacional e agora, aqui em nossa cidade, a promoção do Elefante Verde Itajaí que está oferecendo um Pacote de Hospedagem do Rio do Rastro EcoResort, que inclui quatro (4) pernoites mais pensão completa.

Até aí tudo bem, mas escrever não é o nosso forte e ver os nossos escritos publicados e sendo premiados pode ser motivo de orgulho, mas também de dor de cabeça, já que sempre tem um engraçadinho que prefere nos zoar em público, em vez de nos orientar “em off” (numa conversa reservada, via email ou num telefonema). E temerosos de um “bullying” virtual, ficamos só “curtindo” ou “compartilhando” no Facebook, Twitter ou Google+ e assim perdemos uma grande oportunidade de treinar, aprender, interagir mais e até mesmo de participar dos concursos e promoções online.

Dito isso, aí vão algumas dicas levantadas a partir de uma rápida pesquisa no Google que lhe ajudarão a escrever uma opinião arrebatadora.

As primeiras dicas são do próprio Google no post “Dicas para escrever ótimos comentários“:

“Escrever bons comentários ajuda outros usuários a encontrar lugares ideais para eles.

*
Seja informativo e esclarecedor
*: seja específico e pertinente ao lugar sobre o qual você está comentando e descreva o que outros visitantes provavelmente vão experimentar. Destaque aquilo que torna o lugar especial e tente compartilhar algo original. De pratos emblemáticos a prateleiras de ofertas secretas, os comentários devem apresentar as experiências singulares oferecidas pelos lugares.

Mantenha o pé no chão: seja autêntico. Comente sobre suas próprias experiências e explique porque você gostou ou não do lugar. Tente ser o mais preciso possível e inclua os aspectos positivos e negativos de sua visita.

Mantenha o respeito: nem todas as experiências em um lugar serão perfeitas. Algumas vezes, você fará um comentário negativo. Mesmo que esteja frustrado, faça críticas construtivas. Proprietários de empresas podem utilizar sua opinião para melhorar suas ofertas.

Comentários, não opiniões gerais: em alguns momentos, determinados locais podem se tornar alvo de um grande debate ou conversa pública devido a cobertura em noticiários ou eventos atuais. Embora respeitemos e valorizemos sua opinião, os comentários do Local não devem incluir opiniões sociais ou políticas. Existem outros locais mais apropriados para essas conversas, como blogs ou redes sociais. Escreva sobre suas próprias experiências com o lugar, não opiniões gerais sobre o lugar em relação a notícias recentes.

Escreva com estilo: as pessoas dão mais atenção quando você escreve seu comentário com atenção. Use texto de fácil leitura e evite o uso excessivo de letras maiúsculas e pontuação. Use a gramática corretamente, verifique a ortografia e evite grosserias.

Escolha o tamanho certo: um parágrafo é suficiente. Seja criativo e divirta-se.”

Falar e escrever bem sobre determinado estabelecimento, produto ou serviço é mais fácil, agora se tivermos que acrescentar algumas críticas, fica complicado – certo? Encontrei no Aondir, dois exemplos práticos que cabem bem para fechar este post.

Situação: Você foi a um restaurante, demorou para ser atendido, o garçom estava de mau humor, recebeu uma mesa num local horrível, a comida não estava como você esperava e, para piorar, seu parceiro não te deu muita atenção.

Opinião não-construtiva:
“Minha experiência foi horrível. Me deixaram esperando por mais de 40 minutos, sem atendimento e quando finalmente fui atendido me colocaram numa mesa no pior lugar do restaurante. Tudo isto aconteceu somente por que eu não estava com uma roupa de marca e não tão bem vestida quanto outras pessoas. Após sermos atendidos por um garçom muito rude, pedimos uma pizza que estava terrível, uma @#$%ˆ%$#@!!! Todos e tudo neste restaurante não prestam.

Para estragar mais ainda minha noite, o casal de amigos que foram comigo ficaram a noite inteira fofocando e eu fiquei viajando e segurando vela por muito tempo.
Não vá neste restaurante se quiser um ambiente agradável, comida boa e bom atendimento.”

– A opinião acima contém uma carga emocional forte e tem tom de desabafo. As outras pessoas perceberão isto na leitura e a opinião perde credibilidade.

Opinião Construtiva:
“Tive uma má experiência. Esperei por aproximadamente 40 minutos para ser atendido a quando me atenderam me colocaram num lugar ruim. Existiam outras mesas livres, o que me deixou incomodada, mas talvez aquelas mesas foram previamente reservadas. Gostaria que alguém do restaurante me desse uma explicação do motivo pelo qual fiquei naquele lugar.

Pedimos um pizza que chegou queimada e o sabor não era agradável, mais uma decepção.

O restaurante estava bem cheio. Acredito que os proprietários deveriam se planejar melhor para que não ocorra estes tipos de situações em momentos de casa lotada. Talvez pudessem aumentar no número de mesas e atendentes.”

– Ao contrário da resenha anterior, esta não tem tom de desabafo. É equilibrada, narra fatos e a assuntos sobre os quais o autor tem conhecimento, como suas reações e sentimentos diante da experiência. Não houve rotulação, generalização, assuntos pessoais e ainda dá ideias e sugestões de como o estabelecimento pode melhorar. Esta opinião é mais construtiva e certamente terá maior credibilidade!

Bem, é isso! Mãos à obra!

E.T.: Se você tem dificuldade para escrever algumas palavras corretamente ou tem dúvidas sobre a nossa gramática, recomendo os seguintes sites: 1. Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. É grátis e oferece a opção de conjugação dos verbos e; 2. Manual de Redação e Estilo do Jornal o Estado de São Paulo. É um guia completo para qualquer pessoa que escreva, com orientações gerais e específicas e os princípios básicos do nosso idioma.