ENEM 2015 para quem tem dislexia e discalculia

imagem enem 2015 blog elefante verde artigo claudia souza psicopedagoga

 

Nesta próxima edição da prova do ENEM, a de 2015, os candidatos que atestaram dislexia e discalculia terão auxílio durante a realização da prova.

A ideia do Inep é tornar cada vez mais a educação acessível a todos os alunos brasileiros. Mas como a maioria dos brasileiros não sabe direito o que é cada um desses problemas vale a gente comentar sobre eles. Vamos lá:

 

 

Dislexia:

A dislexia é uma disfunção neurológica, que afeta centenas de crianças e adultos no mundo todo.

A criança com dislexia começa a falar mais tarde que as outras crianças e isso faz com que a construção do seu vocabulário seja mais demorada.

Os disléxicos possuem dificuldades em aprender a ler, a escrever. Embora possuam tais dificuldades, os dislexos apresentam grande capacidade artística, pois o seu pensamento é altamente criativo.

Quando estes alunos chegam ao ensino médio devem ainda serem acompanhados por profissionais especializados, que os ajudarão a compreender os textos. Assim ocorrerá no Enem 2015.

O profissional capacitado auxiliará o aluno durante a prova permitindo que este tenha uma maior compreensão do texto e das questões.

Quanto mais objetiva for a prova, melhor, pois questões longas dificultam o entendimento do que é solicitado.

De acordo com o Inep, os candidatos dislexos não farão uma avaliação diferenciada no que diz respeito as questões objetivas, apenas contarão com o auxílio de ledores ou transcritor que ajudam na interpretação dos enunciados, como explicar algo em outras palavras.

Já a redação é avaliada a partir de uma matriz de correção específica para os participantes disléxicos e por uma banca especializada no assunto.

 

 

Discalculia:

A discalculia é classificada como um transtorno que afeta a aprendizagem da matemática.

A discalculia afeta o lado cognitivo, dificultando a aprendizagem dos números. A criança ou o adulto com discalculia apresenta dificuldades em classificar os números e colocá-los em uma sequencia.

A discalculia é percebida nos primeiros anos de estudo da criança, quando a mesma apresenta muita dificuldade em realizar tarefas que envolvam a utilização de números.

Os alunos com discalculia apresentam dificuldade em realizar contas, em decorar a tabuada e fórmulas.

Durante a realização do Enem 2015, os candidatos discalcúlicos contarão com o auxílio de uma calculadora para a realização da prova e seu tempo será acrescido de uma hora para o término do exame.

Para ter direito ao auxílio durante o exame, os candidatos com dislexia, discalculia ou qualquer outra modalidade especial deveriam informar no ato da inscrição a necessidade de atendimento especializado e apresentar um laudo médico como documento comprobatório.

Se você conhece alguém que apresenta estes sintomas ou tem esses problemas e que tem garra e potencial para fazer a prova do EEM 2015, compartilhe este post sobre dislexia e discalculia.

 

Você pode ajudar a mudar a vida de pessoa disléxica ou discalcúlica, pois muitos não sabem que podem fazer uma prova com a ajuda de uma pessoa preparada para isso.

Agora, se você conhece alguém que apresenta estes sintomas, mas ainda não foi a um profissional especializado, dê um pulinho no Espaço Aprender. Lá você terá como diagnosticar esses problemas e encontrar a ajuda e o tratamento adequados.

Enem Blog Elefante Verde Claudia Souza Psicopedagoga artigo dicas

E não se esqueça: ainda falta fazer as provas! Mas antes tem que estudar!