ENFIM, FÉRIAS!

Hoje é o meu primeiro dia de férias, acordei pensando em trabalho, despertei no horário de trabalho, quase levantei da cama, mas me lembrei que o ritmo será outro durante os próximos 30 dias.

Custa acreditar nisso. Parece que desacelerar não foi feito para quem trabalha. A impressão que tenho é que alguém vai me ligar e falar: ??Marilucy eu estou vendo essa vagabundagem.?

Mas já vivi o suficiente para saber que depois dos 5 primeiros dias de férias isso passa, sempre passa? Aí, você volta a ser criança e pensa: Deveríamos trabalhar 30 dias e ficar em férias o resto do ano, exatamente como a gente pensava sobre a escola.

Mas, a verdade é uma só: O que faz as férias serem tão boas é justamente a dedicação diária ao trabalho. Reflexo da lei de compensação. Você trabalhou, agora merece uma pausa, um descanso.

Por isso, quando faltam poucos dias para que os dias de folga terminem, a gente começa a sentir ?saudades? dos colegas de trabalho, da empresa, enfim?

Nada diferente do que acontece com as crianças, quando sabem que os pais receberam a lista de material escolar?

Eles enlouquecem, olham a lista, querem participar da escolha de cada produto e não se aguentam de vontade de usar tudo o que foi comprado, de rever os amigos, os professores, sim, os professores.

E assim, aprendo com meus filhos e comigo mesma que a vida é dura, mas é justa. Que o tempo passa, independentemente da nossa vontade?  Por isso é tão importante fazer uso do nosso tempo da melhor maneira possível, existe hora pra tudo, existe graça em tudo, cada uma das nossas escolhas representa renovação? A cada dia uma nova chance de ser feliz, de fazer o bem, de mudar a direção?

Portanto, como eu disse dia desses, vou aproveitar minhas férias, tirando a faca dos dentes, os saltos dos pés e desacelerando meu batimento cardíaco! Voltarei pronta para mais um ano de trabalho, mas só mais tarde!

Boas férias