Festival Natura Musical encanta mineiros no mês de setembro em Belo Horizonte

No dia 14 de setembro, o Elefante Verde esteve em um dos pontos do Festival Natura Musical em* Belo Horizonte*, para acompanhar as 12 horas de atrações 100% gratuitas nos palcos montados nas praças da Liberdade, JK e Estação.

Foram diversas atrações, desde repertórios infantis até mesmo clássicos da música popular brasileira. Com perfil diversificado, o festival conseguiu atrair crianças e até o público da terceira idade. Para a dona de casa Percides Ferreira, 49 anos, “o festival além de estar maravilhoso, com atrações bem selecionadas, estava bem organizado”. E ainda deixou uma sugestão de atração para a próxima edição do evento, o cantor Djavan. Já para o estudante Igor Tofaneli, 16 anos, “a seleção dos cantores foi excelente e contemplou de verdade a* música* brasileira”. E por ser a primeira vez no evento, ficou maravilhado com toda a organização. Alaíde Brandão, advogada aposentada, 69 anos, também não ficou de fora. Foi ao festival para assistir aos artistas que mais gosta, como Ney Matogrosso e Arnaldo Antunes. Apaixonada por cultura, diz não perder nenhum evento cultural de Belo Horizonte.

A apresentação do* festival* na Praça da Estação ficou por conta da jornalista mineira Patrícia Pinho, que há três anos faz parte da produção do evento. Para ela, “é um prazer participar do* festival, pois ama música* e é a área em que atua no jornalismo”. E sua expectativa para as próximas edições é de que a programação continue diversificada e atrativa, fazendo com que o evento ganhe mais força em Minas Gerais e que ela também continue participando.

Nos três palcos montados, se apresentaram diversos artistas como Siba e Chico Lobo, Felipe Cordeiro, Luê e Dona Jandira, Karina Buhr, Nação Zumbi e BNegão, Marcela Bellas e Juliana Sinimbú. No palco da* Praça da Estação*, se apresentaram os principais artistas do evento.

O coletivo de compositores paulistas 5 a Seco, mostrou ao público mineiro faixas de seu novo disco “Policromo” além de sucessos antigos da banda. Vinicius Calderoni, integrante da banda, nos contou sobre a experiência de apresentar o repertório do novo álbum para o público mineiro: “A banda está muito feliz por fazer parte deste grande festival, de vivenciá-lo e além, claro, da recepção calorosa e espontânea do público”.

Depois, foi a vez de Fernanda Takai que teve como convidado especial Samuel Rosa, da banda mineira Skank. Com o álbum solo “Na Medida do Possível”, recém-lançado com o apoio do* Natura Musical,*Fernanda apresentou canções solo como “Pra curar essa dor”, em que Samuel faz uma participação especial.

Outro grande nome da* música* brasileira a se apresentar foi Elba Ramalho. Completando 35 anos de estrada, apresentou grandes sucessos de sua carreira. Com grande interprete da obra de Dominguinhos, se juntou a Mariana Aydar, convidada especial, para mostrar ao público o verdadeiro e legítimo baião. “Fiquei muito feliz de tocar em um* festival* deste porte em Minas, que possui um público maravilhoso e mais ainda por estar ao lado da minha madrinha Elba”, foi o que disse Mariana sobre a sua participação especial no festival.

Em plena forma e com o repertório da turnê “Atento aos Sinais”, o cantor Ney Matogrosso subiu ao palco da Praça da Estação com roupagem pop, interpretando grandes sucessos de compositores como Crioulo e Paulinho da Viola.

E para fechar a noite com chave de ouro, Arnaldo Antunes se apresentou ao lado de sua convidada e parceira de trabalho Marisa Monte, que encantaram os espectadores com canções de sucesso, como “Ainda Bem” e “Velha Infância”.

Confira a nossa galeria de imagens: