Futebol dentro e fora de campo!!

FUTEBOL CORRENTE_TOP

Fala galera! Feriadão chegando e no mesmo fim de semana que é comemorada a Páscoa, será o início do maior campeonato de clubes do nosso país; o esporte, creio que todos já sabem, é o futebol.

No post de hoje, quero falar do futebol de uma maneira diferente, abordando temas que, sinceramente, me deixam indignado. Mas a emoção de gritar gol, faz não só eu, mas a maioria das pessoas “fechar seus olhos” e continuar torcendo e vibrando quando a bola rola.

Primeiramente, quero falar sobre as lambanças operadas pelos dirigentes dos grandes clubes. Todos devem estar acompanhando ou, pelo menos devem saber, desta história que parece uma novela: o caso da Portuguesa e do Fluminense. A Lusa escalou o meia Weverton irregularmente e, com isso, perdeu quatro pontos, sendo rebaixada para segunda divisão, no lugar do time das laranjeiras.

A minha indignação é levar esse caso para a Justiça Comum e fugir do âmbito das penalidades da Justiça Desportiva, em um país onde há casos que levam anos para ser resolvidos; sem contar que existem assuntos muito mais importantes como habitação, segurança e violência para receberem atenção.

Agora, precisamos esperar, pois clubes de futebol buscam a “justiça”, deixando o* futebol* em segundo plano, ocupando os tribunais, simplesmente para satisfazer seus próprios interesses, muitas vezes relacionados apenas a dinheiro. Será que as nossas autoridades não enxergam esse absurdo?!

Agora, quero pular diretamente para arquibancadas dos nossos estádios. Vimos neste último* Campeonato Brasileiro* a grande violência e a brutalidade em meio às torcidas organizadas; lembrando que nem todo torcedor organizado é bandido ou vagabundo, que isso fique bem claro!

Com as famílias se afastando cada vez mais dos campos, agora é que as leis do nosso país devem entrar em ação e, aí sim, a Justiça Comum trabalhar, excluindo os brigões dos estádios e, se necessário, mandando-os para cadeia.

Quando isso começar a funcionar,* famílias* voltarão a frequentar os estádios, desde que os conceitos de elitização do futebol sejam revistos também, pois cada dia o ingresso fica mais caro, afastando muitas pessoas desta opção de lazer.

Esperamos que agora, no Campeonato Brasileiro de 2014, consigamos enxergar melhoras por parte das nossas autoridades e dirigentes do futebol para que todos nós não venhamos perder essa vontade de brincar e torcer sem violência, pois futebol é esporte, é paixão!

E pra quem está curioso para saber para qual time vou torcer neste Brasileirão, Corinthians, é claro!!! Espero que tenham gostado. Tchau!