Feliz Ano Novo! Feliz Mesmo!?

elefante-verde-futebol-110120150001

Início de temporada, ano novo, vida nova? Sim, essa frase se encaixa também para os clubes do Rio, mas digamos que* com uma pitada de dificuldade, e bota dificuldade nisso. Os 4 grandes vivem uma fase de aperto financeiro onde as contratações badaladas ficam descartadas no momento, por falta de dinheiro e de opção. O *Vasco da Gama vive um momento de ressurgimento uma vez que acaba de retornar da série B e com Eurico de volta ao poder o clube tentará viver dias melhores com um elenco não tão diferente de 2014, porém com um novo gás e o incentivo extra pelo retorno a série A, mas precisa-se de um time mais competitivo. O Flamengo no meu ponto de vista é o único que larga na frente pela manutenção de seus principais jogadores e ainda a chegada de bons reforços como Marcelo Cirino e Pará, Luxa irá sofrer apenas com a falta de um camisa 10. Que faz falta não só no Fla, mas sim também em vários clubes do Brasil. O Fluminense tem um bom time, mas até quando? Com a saída da Unimed, o clube vive uma incerteza sobre a manutenção de seus medalhões e passará por uma fase de remontagem de elenco, agora com sua próprias pernas, a saída de seus principais jogadores é questão de tempo, pelo menos eu enxergo assim. E por fim o Botafogo que é o clube do Rio que disparadamente precisa de mais cuidados. A transição não será fácil, a perspectiva de contratações não agrada ao torcedor, a disputa da segundona não será tão simples assim e o pior, o novo presidente chega ao clube com uma ?herança maldita? vinda do antigo mandatário. Resumindo, o ano de 2015 para o futebol carioca não promete ser tão atraente assim?.