HIPNOTERAPIA

  1375042854<em>531957221</em>1-Fotos-de--Atendimento-Psicologico-TCC-e-Hipnose  A* Hipnoterapia* é o trabalho terapêutico vivenciado através da hipnose. São utilizadas técnicas e instrumentos necessários para que o indivíduo encontre com a ajuda do terapeuta, a solução para diferentes problemas.

    A hipnose é um estado alterado de consciência, provocado artificialmente, parecido com o sono, mas que dele se distingue fisiologicamente pelo aparecimento de uma série de fenômenos espontâneos ou decorrentes de estímulos verbais ou de outra natureza. Através dela o profissional pode pela sugestão,  alterar e adequar, em benefício ao tratamento de um paciente, os recursos internos do corpo e da mente, facilitando a cura, diminuindo ou eliminando os fatores que causam ou colaboram com a instalação da doença, e despertando a potencialidade orgânica e mental que está dormente e normalmente não é utilizada.

4e3d17

   A hipnose nada mais é que uma forma de comunicação, ou seja, uma forma de fazer comum, que provoca mudanças e transformações, levando o indivíduo a prática do pensar sobre si mesmo e por si mesmo. Com esta comunicação podem-se produzir os fenômenos ditos da Hipnose, como regressão de idade, hiperamnésia, analgesia e outras.

   Desta forma, os procedimentos convencionais utilizados no tratamento são facilitados e podem surtir um resultado maior e mais rápido, já que todo organismo trabalha a favor e com mais eficiência na recuperação. A rapidez dos resultados se dá basicamente pela forma de comunicação que é feita, e da disponibilidade do paciente em aceitar tais sugestões. Na hipnose, o paciente tem a possibilidade de chegar a estados profundos de percepção e mudança, que em vigília, apenas numa conversa não chegaria.

INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS DA HIPNOSE CLINICA:*Inúmeras são as indicações, dentre elas podemos citar algumas das mais utilizadas: Ansiedade,  depressão, síndrome do pânico,  medos, fobias, vários distúrbios e transtornos provocados ou acentuados pelo estresse e desequilíbrio emocional;  nos distúrbios psicossomáticos, onde um fundo emocional pode ocasionar uma gastrite, asma,  processos alérgicos, enxaqueca e vaginismo; no apoio ao tratamento do câncer; nos processos dolorosos, principalmente nas dores crônicas; no aumento da auto estima;  * nos **distúrbios alimentares, como a bulimia, anorexia e intolerância alimentar; na cardiologia no controle da hipertensão e outras cardiopatias; na ginecologia, na obstetrícia, o parto sem dor com um acompanhamento pré-natal com sessões de hipnose. No preparo de pacientes com indicação cirúrgica, tanto no aspecto emocional como na potencialização da recuperação. Na odontologia como apoio nos tratamentos de pessoas com fobias, traumas, nos problemas relacionados a dores e disfunções da mastigação, bruxismo. Na motivação e aumento da força de vontade; como apoio nos tratamentos do alcoolismo, tabagismo e dependências químicas de forma geral. Na ajuda ao controle de peso. Na obesidade,  no emagrecimento, na mudança de hábitos alimentares. Na preparação de estudantes com dificuldade de aprendizagem, preparação para os vestibulares e concursos. Nos esportes, na melhora no desempenho geral de atletas, e muitas outras aplicações.