Inverno quente em Niterói!

Esse friozinho do mês de julho e as férias em muitas escolas e cursos poderiam perfeitamente ser um convite a ficarmos em casa, curtindo uma TV, ou jogos com família e amigos, mas?  a cidade não para, e oferece como sempre muitas opções de cultura e lazer. Não que a TV não ofereça opções, pois oferece muitas, incluindo os canais fechados, mas vamos ao que Niterói nos apresenta para o inverno.

Um destaque são as exposições. Começando por uma que une artes plásticas e uma pitada de música: o multifacetado artista Alexandre Dacosta lança a exposição ?Percursos de Coexistências Improváveis? no Museu de Arte Contemporânea (MAC). O consagrado artista carioca busca uma homenagem à pintura clássica de naturezas mortas, entre impressões fotográficas sobre tela e pinturas sobre tela e linho cru, com destaques monocromáticas e fotográficos. ?Tudo que faço tem humor?, afirma o artista visual, músico, compositor, cineasta, ator e poeta; que na abertura da exposição faz um show acústico com as canções do seu CD Livro Adjetos, acompanhado do músico Marcelo Camera no violão, em 13 de julho. A exposição fica até 25 de agosto.

Outra pedida é ?Um Olhar sobre o Grafite?, a exposição que a Divisão de Artes Visuais do Centro de Artes UFF inaugura no dia 12 de julho, na Biblioteca Central do Gragoatá, no Campus do Gragoatá. O trabalho é resultado da observação e da documentação fotográfica de Ivan Albuquerque. O artista passou dois anos fotografando os grafites dos muros do Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo.

Exposição "Um olhar sobre o grafite" estará na Biblioteca do GragoatáExposição ?Um olhar sobre o grafite? estará na Biblioteca do Gragoatá

A artista plástica e atriz Vanessa Gerbelli apresenta ao longo do mês de julho, no Instituto Cultural Germânico (ICG) de Icaraí, a exposição ?Sobre o véu da pele?, com trabalhos inspirados em  imagens de famosos. A artista, formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, busca investigar nos 15 trabalhos expostos, a maioria acrílico sem tela, o que há de humano, segundo ela, por trás da artificialidade das imagens de celebridades e das matérias de revistas de famosos. A exposição vai até 03 de agosto e faz parte dos eventos promovidos pelo ICG em comemoração ao ano Alemanha + Brasil 2013-2014.

Na música, teremos um dos mais famosos grupos de pagode do País, o Só Pra Contrariar (SPC), comemorando 25 anos de carreira em 2013. Em sua turnê especial de aniversário, o grupo apresentará seus grandes sucessos em um grande show no Espaço Cantareira, em São Domingos, no dia 27 de julho.

No Teatro Municipal de Niterói, a programação musical está em alta. Acontece no dia 16 de julho, às 19h, o ?Concerto Voz e Piano? com a mezzo-soprano Alice Fontanella e o pianista Romeo Savastano, com canções de Strauss, Hahn, bem como árias de óperas de Bizet, Saint-Saëns e Gounod, cantadas em idioma original.

A cantora Andrea Dutra, em foto de Alfredo AlvesA cantora Andrea Dutra, em foto de Alfredo Alves

A cantora Andrea Dutra, que transita em vários campos musicais, apresenta o show ?Jamba?, onde ela mostra um pouco de tudo o que aprendeu ao lado de Tim Maia, Alcione e Seu Jorge, no dia 17 de julho; enquanto o cantor e compositor Valber Meireles e sua banda apresentam o show ?Voajante?, no dia seguinte. E fechando o mês, o cantor e instrumentista Milton Guedes faz o show ?Baladas e outras canções de amor?, onde toca canções de seus 25 anos de carreira, em 27 de julho.

E ainda no Teatro Municipal, vale a pena conferir o espetáculo infantil ?Rapunzel?, sábados e domingos às 16h, até 28 de julho, com adaptação do conto dos irmãos Grimm, feita e dirigida por Leonardo Simões, renomado diretor niteroiense. Na peça, quem conta a história é uma empregada doméstica, mesclando referências da fantasia com os seus afazeres, como forma de tornar mais leve sua rotina de trabalho. Além disso, vale conferir a programação do* ?Festival da Juventude?, de 23 a 26 de julho, com espetáculos infantis de grupos nacionais e internacionais, *como parte da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Niterói.

Se você, que não viajou, quiser ficar em casa, debaixo do edredon, tudo bem! Mas programação é o que não falta, e para todos os gostos e idades. Boa diversão!