Ganhei na Mega Sena e Você?!

elefante-verde-14112014-02

Ninguém sabe o que é ganhar na Mega Sena até trabalhar com gente? Isso! Gente! Do tipo pessoas, seres humanos, os tais de carnes e ossos, e corações nem sempre pulsantes? Mas sempre imperfeitos e cheios de sonhos.

Um senhor uma vez chorou a mim, no seu leito de morte por não ter apenas mais nove meses de vida para ver seu neto nascer e naquele dia eu perdi minha grande aposta. Outro? Vendedor de mate na praia, semianalfabeto, vindo do Recife tinha como sonho publicar seu livro de poemas sobre as mulheres. Curvadas como o ?Pom? de Açúcar, segundo o mesmo. Ele tropeçou na pessoa certa e eu ganhei um sorriso ?desdentado?, mas, ainda assim fui vencedora naquele dia. Um sorriso genuíno é uma loteria.

Numa semana antes fui entrevistada por outro. Um homem de alegria tão intensa que até hoje não lhe descobri a idade. A jovialidade aliada à felicidade é quase uma Loto Fácil, um pouco mais popular de se acertar, com 15 possibilidades em 30 e mesmo assim tem gente que não leva nem dois reais na brincadeira. Lastimável. Dois reais, eu consigo até mais! Daí esse mesmo homem rico de histórias a dividir me apresentou a outros? E a outras. E como numa roleta brasileira caí nas graças de uma anja. Linda. As mulheres são o bel prazer de meus livros e não me envergonho de falar de nós, tão docemente assim. Nesse dia ela me deu uma joia.

Não estou acostumada com joias ou com qualquer tipo de mimos. Na minha cultura preconceituosa, joias escravizam pessoas. Contudo, curvo-me a humildade de morder a minha língua. Aliás, adoro ser contestada e sou adepta do filósofo Seixas? Da tal metamorfose ambulante, qual tal uma raspadinha? Se você raspar três sorrisos iguais você terá um bom dia? Caso não encontre, raspe de novo ou passe o dia tentando.

Bem, voltando à joia? Joias nem sempre são reluzentes ou delicadas. Ainda que robustas e não lapidadas são joias raras e a anja me colocou nas mãos de uma. A joia reluzia lá no meu túnel sem fim, como um bilhete marcado de Mega Sena premiada, encontrado por sorte no chão. Lá estava o prêmio que eu tanto almejava para mudar os rumos da minha vida profissional.

Lá estava a minha bolada premiada, a sorte que me trouxe a esse site.

A metáfora acima* é a minha forma de mostrar que o valor de um homem* que sorri e estende uma mão ou tem a sua puxada por outrem benevolente ser humano a dar oportunidades aos mais novos, não há dinheiro que pague, ou valor material que se possa mensurar. A vaidade de se ganhar dinheiro apaga-se diante de um sonho realizado. E é uma joia rara a realidade de um site receber uma singela Life Coach escritora de livros que almeja nada mais, que sorrisos. Além de profissionais que não possuem nenhuma obrigação, mas, tudo o que tem, oferecem com a genuína ?desprentensão? de algo material em troca. Ainda bem, pois, só possuo meu intelecto a oferecer e a vontade de dar um empurrãozinho na autoestima dos leitores por meio do meu conhecimento e sensibilidade. Ah? E por meio dos meus livros, é claro!

Para conhecer um pouquinho mais sobre o meu trabalho me acompanhe aqui toda semana, ou então acesse meu site www.portalkiss.com.

Será um prazer fazer parte dessa equipe.

www.fb.com/divadakiss

www.portalkiss.com