No Outubro Rosa, tire suas dúvidas sobre o câncer de mama

Outubro-Rosa-1

Outubro Rosa é considerado o mês mundial da conscientização contra o câncer de mama. O evento é promovido pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).

O câncer de mama é um tumor maligno e é o mais comum entre as mulheres. Ele se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente. Ocorre o crescimento anormal das células mamárias, tanto do ducto mamário quanto dos glóbulos mamários.

9-out-893x1024

Existem ainda muitas dúvidas e perguntas frequentes  sobre a doença! Veja algumas:

* - O que causa o câncer de mama?*

Há alguns fatores que estão associados ao aumento do risco de desenvolver a doença. A própria idade é um deles, pois a chance aumenta na medida em que se envelhece. Menarca precoce, menopausa tardia, nuliparidade (não ter filhos), primeiro filho em idade avançada, não amamentação e uso de terapia de reposição hormonal são fatores associados ao risco. Consumo excessivo de álcool, obesidade na pós-menopausa e sedentarismo também; existem estudos que demonstram fraca relação de causalidade entre pílula anticoncepcional e risco da doença. Os fatores hereditários são responsáveis por menos de 10% dos cânceres de mama. O risco é maior quando os parentes acometidos são de primeiro grau (pai, mãe, irmãos, filhos), necessitando fazer os exames a partir dos 35 anos.

* - Existe algum sintoma além de caroço no seio?*
A forma mais habitual é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor. Outros sinais e sintomas menos frequentes são edemas semelhantes à casca de laranja, irritação ou irregularidades na pele, dor, inversão ou descamação no mamilo e descarga papilar (saída de secreção pelo mamilo). Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

* - É sempre possível notar a doença por meio do toque nos seios?*
Não, a patologia tem uma fase em que as lesões são do tipo não-palpáveis. Por isso, é importante a realização de exames de imagem na faixa etária de maior risco.

* - Como é o tratamento de câncer de mama?*
O tratamento é multidisciplinar, ou seja, deve incluir a opinião de vários especialistas médicos. Habitualmente, o tratamento pede cirurgia e é complementado pela radioterapia e quimioterapia/hormonioterapia.

* - Quais são as chances de cura de câncer de mama?*
Quando diagnosticado precocemente, há até 95% de chance de cura. Por isso, é importante que toda mulher de 40 a 69 anos faça mamografia a cada dois anos.

* - Quais alimentos ajudam a prevenir a doença?*
Os de origem vegetal: frutas, legumes, verduras e leguminosas (como feijão, lentilha, grão-de-bico), têm o poder de inibir a chegada de compostos cancerígenos às células e, ainda, consertar o DNA danificado quando a agressão já começou. Mas lembre-se, é importante variar a alimentação ao máximo! A recomendação é consumir, no mínimo, 400g por dia de vegetais, sendo 2/5 de frutas e 3/5 de legumes e verduras. Cada porção equivale a uma quantia que caiba na palma da sua mão, do produto picado ou inteiro, totalizando 80g.

* - Qual é a importância da amamentação?*
Amamentar diminui entre 10% e 20% os riscos de a mãe ter a doença. Enquanto o bebê suga o leite, o movimento promove uma espécie de esfoliação do tecido mamário por dentro. Assim, se houver células agredidas, são eliminadas e renovadas.

Aprenda a fazer o auto exame das mamas, o diagnóstico precoce faz toda a diferença!

cancer de mama

*Saiba mais>>

http://www.cancerdemama.com.br

http://www.quimioterapiaebeleza.com.br/

Onde realizar a mamografia e o ultrasom das mamas em Paracatu:

Tomo Center

Lene Clínica