O fabuloso Vinho do Porto.

VINHO DO PORTO

ctx-header-egyptMuita gente já ouviu falar, viu no barzinho da casa da vovó ou esquecido no armário da cozinha, do fabuloso Vinho do Porto.

O Vinho do Porto como o Champagne é um vinho que transcende fronteiras e é aceito em todo mundo, é um dos vinhos mais prestigiados no mundo de Baco.

O Porto é um vinho fortificado e licoroso, portanto, de alta graduação alcoólica e evidente doçura. 

O que poucas pessoas sabem é que existe uma interessante variedade de Vinhos do Porto, das quais abordarei algumas denominações: Os Portos tintos dividem-se em duas categorias, Tawny que são os famosos aloirados e recebem esse apelido pela cor de seu líquido e o Ruby, que eu diria ser o mais clássico e sem duvida o mais complexo.

O que causa espanto a muitos é a existência de um Porto que seja branco, que pode, ainda, ser seco ou doce. Versátil, pode ser consumido jovem onde este apresenta corpo leve ou ainda envelhecido por muito tempo em barris velhos. Um drink muito comum feito com esse vinho chama-se “Portonic”, onde se coloca uma dose de Porto Branco, três pedras de gelo, uma rodela de limão e se completa com água tônica, não se esqueça de usar um copo long drink. 

Pelas suas características a melhor e a mais indicada forma de se consumir um Porto é como um vinho de sobremesa, ou que acompanhe a sobremesa, sendo o chocolate uma das combinações mais fantásticas e por que não afrodisíacas.

O uso do Porto na culinária é cada vez mais comum, porém sugiro que não cometa o sacrilégio de colocar seu estupendo Porto “Vintage” no espaguete de domingo. Como em todas as classes de vinho existem os excepcionais e os que são, digamos, “mais simplórios”. Use este último no preparo das suas refeições e obterá o mesmo sucesso pretendido.

Com a característica de possuir altíssimo grau alcoólico, ser licoroso e adocicado em excesso, o fim mais utilizado para esse magnífico vinho é o de selar refeições, sempre em pequenos cálices, e garante ao seu jantar um encerramento com verdadeira chave de ouro.

Dica: Em toda Europa é de muito bom gosto se presentear o recém-nascido com o Porto do ano do nascimento e, mesmo após algumas primaveras, tal atitude ainda é vista como nobre.

Bons vinhos!