O melhor da comida de boteco, com os melhores bares - Festival Comida di Buteco

Comida de boteco lembra felicidade, né? Também nos faz lembrar de boas histórias, dos amigos, happy hour... Aquele momento em que você sente o cheiro de comida gostosa depois de um dia corrido ou uma semana ocupada é indescritível, não é mesmo? Todo mundo tem um petisco favorito, que combina perfeitamente com uma cervejinha gelada.

Eis que chegou a oportunidade de você conhecer vááários botecos de Curitiba e provar seus petiscos especiais, porque vem aí o festival Comida di Buteco, Yay :D Ele foi originalmente criado em Belo Horizonte, e do dia 15 de Abril a 8 de Maio também será realizado aqui em Curitiba.

São 20 estabelecimentos que pensaram em uma receita especial só para o evento. Os pratos custam no máximo R$25,90. E o legal é que é você pode votar (aqui) no seu favorito. No fim, o vencedor de Curitiba vai concorrer com os vencedores das outras 19 cidades que também estão participando junto com a gente. Bacana, né?

Escolhemos algumas opções aqui pra você já ir se preparando ;}

Confere aí e chame a galera!

Jacobina Bar

Sonho é aquele tipo de doce que todo mundo já comeu e muitos amam, já que não dá pra resistir àquela massa fofinha com recheio cremoso e tentador. Mas você já provou a versão salgada? Se ainda não provou, agora é sua chance :D

O Jacobina Bar traz essa experiência incrível pra gente. É o sonho mentiroso, que tem massa de sonho tradicional, cara de sonho tradicional, mas não é doce :)) Ele foi desenvolvido especialmente para o festival pelo chefe João Soto, que como podemos perceber, adora inovar e deixar a criatividade rolar solta na cozinha.

O sonho é recheado com carne e linguiça Blumenau, polvilhado com uma mistura de sal e amido de milho que fica suuper parecida com o açúcar de confeiteiro, e é servido com geleia de pimenta e manteiga de banana. Bem diferente, né?

A porção tem 6 unidades e custa R$25,90. Para saber mais sobre o bar, curta o Facebook e surpreenda-se com esse sonho às avessas.

Zezito’s Bar

Outro lugar que traz pra gente uma releitura de um sucesso doce é o Zezito’s. Eles se inspiraram no maravilhoso churros e nos trouxeram a versão salgada que, ao que tudo indica, é tão boa quanto a original. São churros de macaxeira (ou mandioca/aipim) acompanhados do molho de pimenta da casa, molho gorgonzola e mostarda. Curioso, não?

É importante lembrar que o Zezito’s já tem 60 (sessenta!) anos de experiência, com a mesma família – já está na terceira geração –, e sempre foi um happy hour focado em aperitivos, comidinhas de boteco e bebidas. Além disso, o estabelecimento ganhou o segundo lugar ano passado com o arrozito’s (bolinho de arroz). Ou seja, só pode vir coisa boa por aí!

Fora do festival, eles também servem almoço de segunda a sábado com um buffet mais voltado para a alimentação saudável, pois nem só de churros vive o homem. Então, a galera fitness e todos os que queiram se alimentar bem serão super bem vindos!

Para mais informações, acompanhe a página e fique por dentro do que rola por lá ;)

Paraguassu

Aos que curtem um peixinho, tem opção com bacalhau no festival! O Paraguassu trouxe uma proposta super bacana, o arancini de bacalhau. Trata-se de um bolinho de arroz arbóreo recheado com bacalhau refogado na cebola, pimentões e azeitonas pretas, servido em uma cama de couve crocante. Dá água na boca só de pensar... Agora imagine esses bolinhos com uma bera trincaaando de gelada. Maravilha né!

A porção vem com dois bolinhos e você pode pedir ela tanto no almoço, quanto na janta. Falando em almoço, vale a pena dar uma passadinha também para almoçar no Paraguassu (eles só não abrem na segunda-feira). Basta dar uma olhadinha nas fotos da fanpage deles pra ter uma ideia do que estamos falando.

Em caso de dúvida, entre em contato pelo Facebook. E bom apetite ;))

Vallentina

O Vallentina é aquele bar de bairro, simples e aconchegante, sabe? Bem tradicional, já tem mais de 10 anos de história, e costuma dar bastante atenção à culinária brasileira, com pratos saborosos e bem caseiros. Um exemplo disso é a feijoada, considerada uma das melhores da cidade, servida todos os sábados.

Para o festival, eles estão adaptando um prato que já vem fazendo sucesso há um tempo, mas na versão individual: o Mineirinho. A porção é feita com tutu de feijão acebolado com carne seca e bacon frito, acompanhando ovo (que pode ser frito ou cozido, a critério do cliente), couve à mineira e laranja em gomos.

Segundo o bar, Belo Horizonte é um dos lugares com o maior número de botecos do mundo (!). Daí a ideia de homenagear a gastronomia de Minas Gerais, com uma opção de casasse bem com a grande variedade de cervejas que o bar oferece.

Ficou curioso? Dá uma passadinha por lá: Rua Almirante Gonçalves, 2848. Ou ligue para mais informações: (41) 3018-4158 ((:

Para conferir a lista completa dos participantes, é só acessar o site www.comidadibuteco.com.br ;}