Onde praticar rapel sem sair de São Paulo

Você adora esportes radicais, mas nunca consegue praticar, pois acredita que precisa sair de São Paulo para se aventurar. Aqui você encontra dicas legais de como fazer rapel sem ter que sair de São Paulo

Se você costuma passar pela avenida Sumaré, já deve ter visto uma turma pendurada entre os 30 metros de altura que a separam do viaduto da avenida Dr. Arnaldo. Não, eles não são malucos. São esportistas.

Agências especializadas em esportes radicais organizam eventos e aproveitam o belo mirante do viaduto para a pratica de Rapel. As tardes de sol, de céu azul e limpo, privilegiam a vista da cidade. Esta foto foi tirada por um grupo durante o evento Rapel Solidário ALMA DE BATERA.

O Rapel também é praticado durante a noite, por grupos como o Rapel Urbano Noturno. Uma alternativa menos intensa, mais não menos radical é a Casa de Pedra.

O sistema "Top Rope" garante a segurança dos menos experientes, enquanto quem tem mais pratica se aventura na escalada livre ou no estilo boulder (em paredes de até 4 metros e sem uso de cordas, freios ou cadeiras).