Os benefícios da natação

Temos orientado de forma intensa a necessidade de praticar alguma atividade física *pois, já está bem claro a importância dela para a nossa *saúde física e mental. Hoje, vamos sugerir a utilização da natação como meio para alcançar uma prática segura de atividade física e ainda assim conseguir uma manutenção ou perda de peso. A natação possui alguns pontos positivos para a segurança da atividade devido à presença da água e sua densidade maior que a do ar, o que alivia o seu peso em até 90%. O que isso pode gerar de vantagens é o ponto principal da história, pois alguns indivíduos com dificuldades de locomoção, excesso de peso ou pessoas muito fracas podem se beneficiar dessa vantagem no início do treinamento.

Sabemos que a condição cardiorrespiratória bem trabalhada pode ajudar em muitas atividades do nosso cotidiano, pois, ela pode favorecer a nossa recuperação em momentos em que precisamos fazer força. Além disso, uma boa aula de natação pode queimar cerca de 500 Kcal o que pode ajudar numa possível perda ou manutenção do peso corporal. Algumas pessoas relatam um relaxamento muscular durante e após a prática da natação, e isso é atribuído ao empuxo que seria a ação maior da densidade da água sobre o corpo. O ganho de massa muscular também existe na natação, mas é muito pequeno quando comparado com o treino com pesos. Este ganho, entretanto, tem muito a ver com a condição em que o indivíduo se encontra e com o tipo de aula que o professor vai ministrar.

Muitos pensam que os tiros podem ser feitos só com a corrida ou bicicleta, mas, é possível potencializar a perda de gordura com a natação executando tiros na piscina também. A eficiência na perda de gordura é a mesma, pois o déficit de oxigênio vai ocorrer da mesma forma desde que você execute os tiros de forma correta. Conseguimos perceber com esse texto que a natação seria um ótimo complemento ou mesmo atividade para a manutenção da sua saúde. Opções de atividades são muitas. O que precisamos é começar. Depois o seu corpo vai pedir mais. Quanto maior a massa muscular, mais longevidade, diz pesquisa. Mas, cuidado para não levar ao pé da letra e virar um Hulk.

Todos os estudos atuais e bem orientados apontam a musculação como uma das principais atividades físicas para promover a saúde em todos os seus aspectos. O que muitos perguntam sempre é: “Será que ter muita massa muscular é mesmo importante para a nossa saúde?”  O que podemos dizer é que a massa muscular se faz muito importante na vida de todos nós, principalmente na vida daqueles que tem algumas patologias como diabetes, hipertensão, obesidade, depressão, problemas articulares. *Isso,* é só para citar algumas das patologias tratadas com o ganho de musculatura. Mas, qual é o limite de ganho de musculatura? Isso, é uma questão muito complexa pois envolve outros fatores como objetivos pessoais, vaidade etc. A visão de que quanto mais massa muscular melhor, nem sempre é a mais adequada, visto que o ganho e a manutenção da musculatura é algo que demanda muito trabalho, tempo e dinheiro, sem contar a mudança no perfil físico do indivíduo.

Temos visto em algumas academias, mulheres querendo se parecer com homens e homens parecendo com o Hulk. *E isso a troco de que? Talvez uma ascendência sobre os amigos ou uma forma de ser aceito pelos outros. Mas, a saúde tem outros aspectos e um dos principais é o bem estar mental. Existem pessoas deixando de participar de eventos com os familiares e interagir com os amigos em prol de uma forma física exacerbada. É importante mais uma vez ressaltar a importância da musculatura. Mas, procure estabelecer um limite coerente. Veja se você está muito diferente das pessoas com quem você convive, faça uma autoanalise diante do espelho, veja se você precisa mesmo de ser tão grande ou tão musculosa no caso das mulheres. Nem sempre o fato de você ter um volume muscular grande significa que o seu corpo está totalmente saudável. *A forma como você adquire e mantém o seu volume muscular diz muito sobre a sua **saúde física e mental.

Peça a opinião de um professor, de um nutricionista ou até mesmo dos seus amigos, para que você não se torne um escravo de uma prática ou de uma forma física que te afaste de tudo e de todos.

Escrito por Wanderson Pedras – Consultor de Nutrição e Fitness – Saiba mais.