Pessimista x otimista

Qualquer pessoa pode desenvolver a competência de ser otimista quando desejar.

Mas será que você é pessimista?

Bom, um pessimista é a pessoa que frente a um problema acha que este não tem jeito, que tudo na sua vida pode ser afetado, considera que o outro ou algo tem culpa por tal situação.

Estes são alguns dos pensamentos de um pessimista.

Mas como então desenvolver a habilidade de ser otimista?

Um otimista não é aquele que não vê os problemas, mas sim aquele que sabe que há uma parte que ele pode se responsabilizar.

A dica de coaching para este caso é:

Se quiser se tornar uma pessoa otimista reveja como você fala de seus problemas?

pessimista_otimistaO seu discurso é para a parte do problema que não tem solução?

Como você se comporta frente a um desafio?

Considerando estes pontos você já saberá para qual time torce, pessimistas x otimistas.

Se algumas dessas perguntas mostraram que você está no momento um pessimista de carteirinha, agora você pode mudar de time.

O pensamento de um otimista frente a um problema funciona assim:

Primeiro ele pensa, qual a parte do problema ele pode mudar?

Se ele fosse melhorar uma pequena parte da situação, qual seria?

O que ele precisa fazer para limitar o tempo do problema?

Pensando assim, você começa um treinamento para desenvolver sua habilidade de ser otimista.

O importante é não desistir de ter novos pensamentos.

Se até o momento seus pensamentos não te ajudaram a superar desafios, para que continuar com eles?

Tenha a atitude de mudar seus pensamentos.

O otimista não é aquele que não enxerga os problemas, mas aquele que sabe que precisa se responsabilizar pela sua parte na situação.

A diferença do otimista e do pessimista está no estilo que ele usa para falar do evento.

Na verdade o que chamamos de problema é só um evento, um acontecimento que não estava em nossos planos ou que não queríamos que acontecesse, como está fora do nosso controle damos o nome de problema porque não sabemos lidar com o mesmo.

Uma pesquisa revelou que dez minutos de emoção negativa afeta a produção de imunoglobulinas, que são anticorpos do nosso organismo, por seis horas diminuindo assim sua capacidade imunológica.

Cada dez minutos de emoção positiva afeta a produção de imunoglobulinas por seis horas aumentando a capacidade imunológica.

Isso pode explicar porque as pessoas que encaram a vida com mais leveza ficam menos doentes.

O evento acontece, e quem está certo o otimista ou o pessimista?

É improvável saber o que vai acontecer de fato, então chegamos a um ponto de que na verdade tudo é fantasia e você pode escolher a fantasia que mais lhe agrada.

Dependendo do que você escolher começará a ter ações que condizem com a sua escolha.

Se você escolher a fantasia do dramático, de que você é perseguido, de que não vai dar certo, suas ações serão voltadas para esta escolha, pois seu cérebro procura fatos para que prove que está certo.

Agora se você ficar na posição do otimista, algo você pode fazer para melhorar a situação, suas ações serão voltadas para a solução.

Mesmo que não consiga mudar toda a situação, porque na verdade muitas vezes as coisas não dependem apenas de nós, algo você irá fazer, nem que seja um detalhe, mas fará em busca de solução e pode ter certeza de que vai melhorar, porque você está buscando a melhora e quando se muda por dentro algo muda por fora, sempre é assim.

Como aprender a ser mais otimista?

Treinamento é a palavra.

Primeiro ponto a observar é a personalização do problema.

O otimista sabe que ele é responsável por 1/3 da solução, o pessimista sempre culpa alguém ou algo e isso é irreal.

Se quiser se tornar um otimista aprenda a ver qual a sua parte na situação, pessoas bem sucedidas pensam assim.

Segundo ponto é a permanência do problema.

Otimistas sabem que a situação não vai durar para sempre em toda sua vida, ele sabe que isso é temporário, pessimistas acham que vai durar por um longo tempo, que ele é azarado. Este tipo de pensamento também é irreal.

Terceiro ponto é a propagação do problema.

O quanto este problema vai afetar a sua vida.

O otimista sabe que esta situação não vai afetar sua vida familiar, sua vida com os amigos, saúde, etc. Pessimistas acreditam que o problema afetará todas as áreas de sua vida. Isso também é irreal, é ele quem cria este pensamento.

Se você prestar atenção nestes três pontos, personalização, permanência e propagação e observar como fala e sente a situação já saberá se tem tendência a ser otimista ou pessimista.

Se o seu desejo é sair do pessimismo, deixar de ser vitima e se tornar um otimista reflita em cada um destes pontos e veja o que pode fazer para treinar seu otimismo.

Atitude de se observar já é um bom começo!

Daniela Rosa - *Coach*

Daniela@attitudecoach.com - *www.attitudecoach.blogspot.com*