Prevenir lesões é o melhor remédio !

stk62897cor

NO BRASIL mais de 10 milhões de lesões esportivas são tratadas anualmente.  As lesões esportivas são provocadas por métodos inadequados de treinamento, alterações estruturais que sobrecarregam mais determinadas partes do corpo do que outras, pelas fraquezas musculares, desgaste crônico, por lacerações, os quais são decorrentes de movimentos repetitivos entre outros.

No Brasil também é grande o número de afastamentos do esporte devido a lesões. Muitas dessas lesões poderiam ser evitadas se os atletas fizessem trabalhos preventivos que podem levar alguns minutos e livrar esses atletas de dias ou até mesmo meses de afastamento de seu esporte.

Um simples exercício em ritmo relaxado durante 5 a 10 minutos promove aquecimento, faz com que os músculos tornem-se mais flexíveis e resistentes a lesões.

Não existem evidências que o alongamento antes da atividade física evite a ocorrência de lesões, porém o alongamento permite que os músculos tenham maior poder de contração e desenvolvimento de força, sendo indicados para qualquer pessoa, apenas não sendo realizados antes do início da prática esportiva e sim em outros horários do dia.

Músculos como isquiotibiais, quadríceps, adutores e panturrilha nos membros inferiores e peitorais e manguito rotadores, bíceps, tríceps entre outros nos membros superiores são músculos frequentemente exigidos nos esportes e o alongamento torna-se indispensável  para um bom desempenho desses músculos durante a prática esportiva.

Por mais que exista uma infinidade de esportes que podem ser praticados, existem algumas lesões frequentemente encontradas em grande parte das modalidades esportivas.

As tendinites de bíceps e supra espinhoso são muito comuns e podem ser prevenidas com o fortalecimento muscular dos manguitos rotadores, como por exemplo exercícios de rotação interna e externa do ombro, as epicondilites lateral e medial do cotovelo.

São também conhecidas como cotovelo de tenista e cotovelo de golfista as lesões que mais acometem o cotovelo, o fortalecimento dos flexores e extensores do punho são importantes aliados na prevenção desse tipo de lesão.

E alguns estudos comprovam a eficiência do fortalecimento excêntrico no tratamento de diversos tipos de tendinite ,nesses casos também parecem ter resultados positivos.

O joelho também é uma articulação que sofre alguns tipos de lesões como a síndrome da dor  patelo-femoral, Condromalácea patelar (amolecimento da cartilagem) e  tendinites.**

*Essas também são lesões que podem ser prevenidas de maneira simples. *

O alongamento dos músculos posteriores da coxa podem diminuir a pressão na patela (rótula) e até mesmo fazer que a cartilagem não sofra estresse exageradamente, o fortalecimento dos músculos da coxa promove estabilização do joelho melhorando sua biomecânica e também diminuem a incidência de lesões por sobrecarga como as tendinites por exemplo.

As tendinites de Aquiles (tendão calcâneo) tem grande incidência entre as lesões esportivas e o fortalecimento é o principal meio de prevenção e tratamento encontrado na literatura e deve ser realizado.

* *

Fique ligado, em breve mais dicas sobre o mundo esportivo …