Recuperação: comércio de Ponte Nova terá seu melhor momento no ano neste mês de dezembro

Dezembro é o mês mais esperado pela grande maioria dos comerciantes no Brasil. É o mês de aumento das vendas, em função do Natal e das festas de fim de ano. Em Ponte Nova não é diferente. Segundo estimativa feita pela ACIP/CDL no município o comércio local deve ter um aumento das vendas no Natal deste ano, tendo como base também números estaduais e nacionais. Com o aquecimento da economia brasileira, a alta oferta de crédito nos bancos e a injeção de dinheiro com o 13º salário, a expectativa é que as vendas sejam superiores em comparação com 2011. Só a economia de Minas Gerais receberá R$ 12,5 bilhões com o 13º salário.

A confiança dos empresários pode também ser medida em uma pesquisa encomendada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). Para 60% dos comerciantes, as vendas em dezembro serão melhores do que as do ano passado. Dos entrevistados, 36% acreditam que o crescimento será de até 10% e 31% estão bem mais otimistas e esperam vendas até 20% maiores. Já 24% dos varejistas têm expectativa de vendas em 2012 iguais a 2011. A minoria, 11%, está pessimista e contam com resultado pior que o ano passado.

 O consumidor também está mais disposto a gastar no Natal. Segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), 76% dos consumidores esperam gastar até R$ 500,00 nas compras, enquanto 24% afirmaram que têm intenção de comprar presentes com valores acima de R$ 500,00.

Outro ponto importante para se trabalhar neste fim de ano é a recuperação do crédito. Muitas pessoas que estão com alguma restrição no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou no Serasa ficam impedidos de fazer compras a prazo em nosso comércio. Para que isso seja resolvido, orientamos os empresários a facilitar as negociações com essas pessoas, para o bem de todos. Negociando a dívida com o credor, seja diminuindo ou parcelando o valor, o consumidor deixa de ter restrições nos órgãos de proteção de crédito e poderá comprar a prazo ou com cheque sem problemas. A empresa credora também vê uma situação resolvida, com a entrada de capital, que pode ser aplicado de diversas maneiras. Além disso, é mais dinheiro circulando em nossa economia. Portanto, o consumidor que tiver alguma pendência financeira em alguma empresa, deve aproveitar o momento para buscar uma solução, podendo, assim, comprar com tranquilidade neste fim de ano.

 As opções de compra são bem variadas no comércio de Ponte Nova. São presentes para todos os gostos. E a Campanha de Natal da ACIP/CDL promete também aquecer a economia da cidade. Serão mais de R$ 65 mil em prêmios para os consumidores e cerca de R$ 16 milhões em circulação (levando em conta a venda de 800 mil cupons, na proporção de um cupom a cada R$ 20,00 em compras). Além disso, a entidade organiza o ?Concurso de Decoração Natalina no Comércio de Ponte Nova?, que é mais uma estratégia para o resgate do espírito natalino e, consequentemente, o aumento das vendas.

Desde já desejo um feliz Natal a todos e um excelente 2013!