SENADO APROVA PROJETO DE LEI DE COTAS PARA NEGROS EM CONCURSOS

           

                Vocês sabiam que hoje, dia 20/05/2014, foi aprovado no Senado Federal o projeto de lei que prevê a reserva de 20% das vagas em concursos federais para os candidatos negros ou pardos? O próximo passo será o envio do projeto para presidente Dilma, que terá exclusivamente a responsabilidade de sancioná-la ou não.

                Ante mão, adianto que certamente este projeto será sancionado e servirá como objeto de campanha nas eleições presidenciais, caso a sanção seja realizada antes do pleito eleitoral. Até porque a própria base governista já afirmou categoricamente que será um progresso para minimização da dívida histórica com a população negra (mas não com a pobre!).

                Seguramente nos depararemos com candidatos de mesmo nível social e escolar, igualmente elevados ou inferiores, sendo diferenciados exclusivamente pela pigmentação de sua pele.

                Em meio a uma sociedade inteiramente miscigenada, foi “inteligentemente” estabelecido que os próprios candidatos declararão a cor de sua pele no ato da inscrição, sendo posteriormente excluído o candidato nomeado que não se adequar ao contexto do avaliador.

                Ora, num país em que gêmeos univitelinos já foram considerados de cores e raças distintas, onde ainda não possuímos uma delimitação minimamente objetiva do que seria uma cor parda, aguardemos os diversos problemas que se sucederão e os mecanismos que os nossos legisladores encontrarão para solucioná-los.

                Realmente reconheço nossa dívida histórica com a população afrodescendente, que notadamente possui índices sociais bem inferiores dentro de nossa sociedade. Mas a tentativa apressada do governo de solucionar esta dívida centenária sem considerar qualquer fator social, não nos parece a maneira mais adequada.

                Segue o link para leitura do Projeto de Lei n.º 6738/13:  http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1177136