Sobre hambúrgueres, Búzios e… piratas!

Entender a história das comidas através do tempo é algo fascinante.

A combinação de pão com algum recheio está longe de ser novidade; historiadores apontam registros desse costume em épocas anteriores a Cristo.

A coisa ganhou fama, porém, com John Montagu, o 4º conde de Sandwich. Jogador ferrenho de uíste, um jogo de cartas bastante popular entre os britânicos, ele comia fatias de pão com salame para não ter que interromper as partidas para fazer suas refeições.

Muitos anos mais tarde, os Estados Unidos tomaram para si a invenção do que teria sido o primeiro esboço de hambúrguer, que consistia em pão com um bife de carne moída, apesar de haver indícios da ideia ter sido levada até lá pelos imigrantes alemães.

De qualquer maneira, é inegável que a febre do hambúrguer tenha se espalhado pelo mundo a partir da terra do Tio Sam, especialmente com o surgimento e popularização dos fast foods.

As grandes redes, apesar de terem disseminado e conquistado apreciadores, acabaram deixando de lado o zelo com a saúde e cuidado com a qualidade.

Um fenômeno recente no mundo todo e também em terras brasileiras é um retorno às origens, com a aparição de diversas hamburguerias artesanais.
Em Búzios, não poderia ser diferente, e o Captain B vem ganhando espaço e muitos fãs, por um motivo simples e mais que justo: seus hambúrgueres e sanduíches, todos artesanais, são realmente maravilhosos.

Fui até lá para conhecer de perto e entender o processo de produção, e posso afirmar, com conhecimento de causa, que é a melhor hamburgueria da cidade.

O cuidado é tanto, que a chef Nina Hollanda desenvolveu um rigorosíssimo controle de qualidade que respeita até mesmo a ordem em que os ingredientes são preparados e montados, para garantir sempre o mesmo delicioso sabor. Pode parecer besteira, mas a química dos alimentos é algo muito sério por lá, e, nesse caso, a ordem dos fatores altera sim o produto final.
E para não deixar ninguém de fora, a casa conta com incríveis opções vegetarianas e veganas que até quem não vive sem carne, quando experimenta, pede mais.

Para dar o toque especial a esse cardápio sensacional, a decoração é temática, inspirada em piratas, suas lendas e navios, bem como os nomes dos hambúrgueres.

Estar em Búzios e não passar no Captain B é digno de castigo: merece andar na prancha de olhos vendados. ;)