Três dicas para a solteirice sem tolice

Soube que existe o dia das solteiras no calendário de celebrações e pensei cá com meus botões? Será que há mulheres solteiras felizes de verdade?

Acho que no período em que vivemos muitas mulheres escolhem o ditado ?antes só do que mal acompanhada? com consciência e maturidade. Isso se dá com as mulheres mais amadurecidas ou mais bem-sucedidas financeiramente.

Antigamente se ouvia muitos homens dizerem que queriam ser solteiros para aproveitar a vida com liberdade; agora, ouço muitas mulheres dizerem a mesma coisa com um sorriso nos lábios. No final das contas, ser solteira se tornou uma conquista pela cobiçada liberdade que tantos de nós queremos e muitas pessoas se acovardavam, se acomodavam, por medo da solidão. Porém, hoje em dia, com a internet e todos os instrumentos tecnológicos utilizados para a socialização, a solidão fica em segundo plano e nós seres humanos nos tornamos mais individuais. Aprendemos a ?curtir?, ficar só, para ter paz, calma, e um momento nosso para meditar e pensar, sem obrigações, horários e restrições.

Já não temos muita paciência para aturar certas atitudes como nossas avós aturavam, e já não queremos sacrificar nossa felicidade, mesmo momentânea, por uma vida como doméstica ou Amélia.

Se você que me lê, é uma mulher se sentindo inconfortável por ser solteira, respire fundo e se questione sobre o que você não está fazendo para se sentir feliz. Ou será que pensa que só seria possível ser feliz, vivendo na companhia de alguém? Se for o caso, preste atenção na sua autoestima e confiança nos seus poderes em relação à criatividade e competência, no sentido de criar oportunidades.

Minhas dicas de hoje para a solteirice sem tolice são:

  • Faça amizade com mulheres que gostam de sair e se divertir. Para que isso aconteça, você tem de sair e fazer algo que gosta. Essa atitude lhe trará oportunidades de se relacionar.
  • Se você gosta de conversar, mesmo pelo telefone, telefone para as mulheres que você conhece para papear qualquer coisa (menos falar mal uma da outra; isso NUNCA!), mesmo que elas não telefonem pra você; ou envie email (que é menos invasivo, caso não queira pressionar). Um dia, você irá encontrar uma ou duas que gostam das mesmas coisas que você gosta.
  • Frequente aulas de dança, mesmo que sinta dificuldade. Afinal, o movimento do corpo ajuda você a se sentir mais leve e consciente dos poderes físicos que tem. Além disso, lá na aula, uma amizade pode surgir sem estresse; daí, é só sorrir.

E assim?sorrindo, de amiga em amiga, você encherá seu coração de alegria com a graça de ter um grupo seleto e fiel.

Ouvimos e falamos, sentimos e simpatizamos, trocamos e dividimos emoções e atenções.

É tão bonito saber viver sendo solteira, feliz e atrevida?

Lygya