Uma tarde de treinamento - Diário de um Elefante

Foi uma tarde tranquila e agradável mesmo com muito trabalho, até porque, quando estamos em busca de um alvo (e fazendo o que gostamos), o trabalho vira prazer e as coisa fluem melhor.

Recebemos esse mês, três novos franqueados (totalizando seis do Elefante) de duas cidades: Niterói e Salvador. Muito trabalho, muitas conversas inspiradoras e muita vontade.

Entre muitos dos fatos e coisas gratificantes, uma em questão, faz-nos crescer ainda mais, seja profissional ou pessoalmente: o conhecimento de novas culturas e costumes. A cada nova franquia, temos uma cidade completamente diferente das outras e buscamos sempre sermos coerentes no que representaremos para essas cidades.

Os departamentos estudam e planejam, como será um Elefante (Verde, como eu) seja numa nova metrópole agitada e cercada de pessoas ligadas ao digital, seja em uma pequena cidade, com pessoas mais tradicionais e não ?tão digitais? assim.

Mas o fato é que adoramos tudo isso e em breve, estaremos com os (quase) 2 milhões e meio soteropolitanos e outros (quase) meio milhão de habitantes da Cidade-Sorriso!