Veneza, a cidade mais romântica do mundo!

A Fratelli Tur escolhe Veneza para começar as dicas de viagens de setembro, mês convidativo para conhecer a Europa por apresentar temperaturas agradáveis, menos turistas e preços mais acessíveis devido ao fim das férias europeias.

Veneza é sem dúvidas, uma das mais românticas e interessantes cidades de todo o mundo. Famosa por sua história milenar, muitos canais, museus e monumentos, destino perfeito para uma lua-de-mel.

A cidade foi formada em pequenas ilhas, dunas de areia da laguna de Veneza, no golfo de Veneza, a noroeste do mar Adriático. Habitantes de cidades próximas logo se refugiaram lá para se proteger dos bárbaros que vinham tomando conta da Europa.

Foi uma das cidades mais importantes da Europa graças ao seu poder naval garantido pelo Arsenal, com mercado riquíssimo e arte sofisticada em um império de influência mundial comandado pelos doges.

Por sorte, Veneza permaneceu quase incólume a muitas guerras e vandalismos que destruíram o patrimônio de tantas outras.

COMO CHEGAR

O Aeroporto de Veneza está a 12 quilômetros da cidade. Dele, pode-se chegar ao Centro de Ferry (www.alilaguna.com) ou de ônibus (www.atvo.it). Trens desembarcam na Stazione di Santa Lucia, que fica às margens do Canal Grande.

COMO CIRCULAR

A melhor forma de conhecer Veneza é a pé. Portanto, esteja em boa forma física para enfrentar as ruelas e canais da cidade. Uma forma fundamental de transporte público são os vaporettos, uma espécie de ônibus-barco. A linha mais importante é a de número 1 (que percorre todo Grand Canal).

O QUE FAZER

Veneza é um labirinto de pequenos e grandes canais espalhados pela laguna no nordeste da Itália. Aqui você encontrará grandes museus como o Accademia, o Ca'Rezzonico, o Peggy Guggenheim ou o Punta della Dogana. O destaque, porém, está mesmo no entorno da Piazza San Marco, com sua magnífica basílica, o farol-campanário e o Palazzo Ducale, o elegante edifício dos poderosos doges da República Veneziana.

Não perca também bons passeios a pé em Dorsoduro, Murano, Burano e na pequena San Giorgio Maggiore. Ah, e claro, um passeio de gôndola.

ONDE FICAR

Quartos em Veneza são bem caros. Mas tenha optado por uma simples pensão ou um palacete, leve em consideração como chegar até lá. Os melhores estabelecimentos disponibilizam embarcações que farão a ponte entre a estação ferroviária, o estacionamento ou o aeroporto. Para os menos afortunados, vale a pena considerar ficar em um dos muitos hotéis no entorno da estação ferroviária, nos bairros de Santa Croce e Cannareggio. Isso evitará andar com bagagem para lá e para cá, embarcando e desembarcando dos vaporettos.

O QUE COMER

Você quer um lanchinho rápido, como pizza al taglio ou cicchetos, as tapas italianas? Veneza tem. Quer um jantar estrelado, com cozinha séria, serviço impecável e paisagem deslumbrante? Também tem. Basta um sorvete ou um simples expresso? Vai achar por toda cidade. O único senão será o preço. A cidade cobra caro de seus turistas, com valores exorbitantes. Casas como o Harry's Bar e o Caffè Florian são famosos por oferecer receitas impecáveis como carpaccio, bellini e chocolate quente, mas quando a conta chega, muitos turistas sentem-se explorados.

Seja como for, não deixe de experimentar receitas clássicas do Vêneto, como os risotos risi e bisi e nero (negro, na tinta de sépia), o sarde in saor (escabeche de sardinha) e o chamativo antipasti veneziano, que traz azeitonas, anchovas marinadas e outros frutos do mar como o caranguejo granceola. E lembre-se que no norte o arroz e a polenta sobressaem-se sobre as massas.

Um passeio interessante para quem fica mais dias em Veneza é conhecer as ilhas da região metropolitana: Murano, Burano e Torcello, cada uma com sua própria história e atrativos. Esse passeio toma uma tarde inteira e pode ser completado em cerca de 4 horas. Conte também o tempo que leva para se locomover de Vaporetto – o transporte público da região – até as ilhas de Veneza e entre elas, ida e volta.

Se for conhecer os distritos de Torcello, Murano e Burano, utilize as linhas LN, 41 e 42 que partem da Fondamente Nuove, em Cannaregio, ao norte da estação ferroviária. Os tíquetes são vendidos em máquinas automáticas ou dentro dos próprios veículos. Se fizer várias viagens e seu hotel não oferecer serviço de traslado, vale a pena pensar em adquirir bilhetes válidos para 12, 24, 48 e 72 horas.

Gostou das dicas da Fratelli Tur? Acesse o site ou ligue para 3338-4599 e conheça as melhores opções de viajar de forma econômica e sem preocupação.