Você está seguro?

Um dia desses estava conversando com um amigo e escutei algo que me fez refletir, ele dizia que não estava feliz onde trabalhava e que sentia como se estivesse regredindo seu potencial, adoraria ser mandado embora já que trabalhava por lá por muito tempo, conseqüentemente teria uma boa quantia para receber, por um momento até me disse que poderia fazer algo para ser mandado embora.

Comecei a perceber o quanto as pessoas se prendem em situações que são tão incertas. O que faz esta pessoa pensar assim? Pensei no seguinte, será que ele tem planos bem concretizados caso venha receber este dinheiro? Acho que não, pessoas que se prendem por algo que não possuem são inseguras, não confiam que podem mais do que fazem, não sentem segurança no próprio poder, então é muito mais fácil segurar-se em algo que talvez eu possa ganhar do que ter a coragem de sair com as mãos abanando e talvez criar a oportunidade de fazer mais dinheiro do que receberia com esta saída.

Esta pessoa provavelmente não acredita mais que pode arrumar uma boa posição no mercado novamente, muito menos acredita que pode voar com as suas próprias asas. Uma das coisas que mais me espantou foi que depois acabei percebendo que já ouvi isto de outras pessoas mais jovens também. Quando perguntei o que fariam com este dinheiro, caso recebessem, eles me dizem mais ou menos assim: Ah, ainda não sei, pode ser que eu vá investir, mas ainda não sei onde, pode ser que eu dê entrada em uma casa, mas na verdade eu não sei.

O poder do dinheiro é tão grande que a pessoa só consegue ver aquele montante na sua mente, não consegue perceber que na verdade aquele dinheiro nada tem haver com satisfação. Parece-me mais como uma vingança por tanto anos de vida dedicados aquele trabalho e o pior de tudo, chegam a pensar em sujar seu legado dentro da empresa apenas para serem mandados embora. Não estou dizendo que as pessoas não têm seus direitos, é claro que têm.

Fico me perguntando o seguinte: Será que devemos nos prender tanto assim a determinadas situações? Será que temos que nos machucar tanto para poder receber um reconhecimento? Será que preciso me segurar em algo que na verdade eu ainda não tenho? Provavelmente não.

Por outro lado, também conheço pessoas que pensam diferente, elas pensam que quando não estão felizes com o seu trabalho, podem muito bem abrir mão deste sofrimento e conseguir algum outro lugar onde possam praticar suas habilidades e aprender outras.

Geralmente estas pessoas são mais requisitadas no mercado de trabalho, haverá sempre algum lugar melhor até que achem realmente sua posição ideal. E você, está segurando alguma coisa na sua vida? Tem coragem se seguir em frente? Confia no seu potencial? Reflita, questione-se e defina planos de preferência no papel.

Sucesso para todos!

Daniela Rosa
daniela@attitudecoach.com
www.attitudecoach.com.br