Zoo pronto!

Fala Macacada!

Meu amigo Pombo-Correio traz ótimas notícias, acompanhadas de fotos exclusivas! Está concluída a reforma, e o setor de reabilitação de animais silvestres do Zoo de Niterói está pronto para voltar a receber e tratar as vítimas de ações dos homens das cavernas.

A cozinha dos bichos, o ambulatório e a sala de veterinária passaram por completa reforma em sua estrutura física, toda ampliada e modernizada. Os móveis, equipamentos veterinários, como mesa cirúrgica, e os instrumentais já estão lá, tudo novinho em folha, no capricho!

Se os desmatamentos não acabaram, se a poluição não diminuiu, se os humanos não se cansam de traficar e tratar de forma violenta os animais e o meio-ambiente, se os navios continuam a despejar óleo em nossa Baía, se as construções são levantadas dia após dia sem a preocupação de estar agredindo nossas águas com despejos ilegais de esgoto, é mais do que urgente a reativação do trabalho coordenado pela Fundação Zoonit.

Desde a implantação da urna eletrônica, nós animais não podemos mais receber votos. Meu falecido primo Tião, campeão de votos para vários cargos políticos e que chegou a ter 9,5% dos votos para a Prefeitura do Rio de Janeiro, certamente estaria hoje em Brasília discutindo a aplicação dos royalties do petróleo no desenvolvimento de ações ambientais nos locais impactados, ao invés desta discussão dos homo sapiens sobre quais os municípios terão dinheiro para construir pracinhas e monumentos ao desperdício do dinheiro público. A maioria destas cidades que eles querem agraciar passa longe da exploração dos recursos naturais e não sofre qualquer dano que justifique o dinheiro.

Desculpa pessoal. Com uma boa notícia desta que recebi hoje, ainda fico fazendo o discurso do indignado! É que a saudade de casa aperta e a ansiedade aumenta. Fico aqui pensando na situação dos animais enquanto o espaço de tratamento e reabilitação do Zoonit não reabre. Para onde estão indo os animais machucados?

Além disso, têm as notícias dos despejos de esgoto in natura da Laguna de Itaipu, da lama tóxica que as obras do Porto Maravilha jorram em Piratininga, das manilhas no Canal de Camboatá? bom, eu vou fazendo a minha parte, a Fundação Zoonit agora vai poder fazer a dela, e que aqueles que podem ajudar em mais alguma coisa que não deixem para depois, pois o que não falta é coisa para fazer (e desfazer).